22betpartners

Citroën C3 equipado com a tecnologia Hybrid Air

O Grupo PSA Peugeot-Citroën exibiu nesta sexta-feira (18) em São Paulo a sua nova tecnologia de propulsão híbrida, chamada comercialmente de Hybrid Air. Trata-se de um sistema híbrido para diminuir o consumo de combustível e emissão de poluentes, porém, ao contrário de um conjunto comum, que une um motor térmico (movido a gasolina ou diesel) a um propulsor elétrico, a novidade do grupo francês mescla um motor a combustão com um inovador sistema de ar comprimido.

O Hybrid Air é composto por uma caixa de marcha manual não convencional e um circuito gasoso/hidráulico fechado. Em frenagens ou momentos em que o veículo perde velocidade por inércia, um sistema de bombeamento de ar é acionado para pressurizar o sistema. No momento em que o motorista colocar o veículo em movimento, o ar pressurizado é despejado dentro de um cilindro repleto de óleo. Esse óleo, por sua vez, flui para outro cilindro, movimentando um êmbolo (como uma seringa) responsável por comprimir o gás nitrogênio que há no compartimento. Esse nitrogênio é empurrado para dentro da caixa de marcha especial, onde auxilia na movimentação das engrenagens, reduzindo o esforço do motor — um tricilíndrico 1.2, no caso.

O funcionamento detalhado desse novo câmbio do grupo francês é mantido sob sigilo, mas de acordo com Karim Mokadden, chefe do projeto, a tecnologia permite com que um Citroën C3 consiga realizar consumo médio de até 34 km/l e emitir apenas 69 g/CO2 por quilômetro.

Sistema é do tipo gasoso/hidráulico fechado

“Vivemos em um mundo complexo, e estamos acostumados a acreditar que todas as soluções são complexas. Mas a verdade não é assim”, explica Mokadden. “Além de ser completamente reciclável, algo impossível nos veículos híbridos convencionais em função dos grandes conjuntos de bateria, todo o sistema do Hybrid Air acrescenta apenas cerca de 100 kg no automóvel”, adiciona o engenheiro.

Quando será lançado?

Segundo o chefe do projeto Hybrid Air, Karim Mokadden, a data de lançamento do sistema Hybrid ainda é incerta, mas a finalização do projeto caminha a todo vapor e a tecnologia virá para o mercado brasileiro. “Queremos que essa tecnologia seja lançada o mais rápido possível, e que, na Europa, seja vendida em veículos cujo preço varia entre 15.000 a 20.000 euros, ou seja, para carros mais acessíveis e populares”, comenta Mokadden.

De acordo com o engenheiro, o fato de o sistema Hybrid Air estar sendo desenvolvido para veículos mais acessíveis é também um fator limitante para um lançamento imediato. “Não se trata apenas de desenvolver, testar e aprovar todo o sistema, mas também temos que conseguir nos organizar com fornecedores, realizar os ajustes necessários na linha de produção, entre outros detalhes. Não é simples”, finaliza Mokadden. Confira abaixo um vídeo com mais detalhes: 

Share This
22betpartners Mapa do site